Como aumentar a libido de forma natural

As pessoas morrem de medo de perder o apetite sexual e não mais conseguir satisfazer o parceiro. Quando o quadro se instala, nasce o desespero e cresce a procura pelos comprimidos milagrosos da medicina.

Mas é possível resolver a questão de uma maneira muito mais segura e completamente natural.

Existem no mercado algumas empresas que trabalham com suplementos voltados para essa questão, com matéria-prima natural e que pode trazer muitos benefícios. Mas nem tudo no mercado é bom e por isso é necessária atenção, no site abaixo tem a recomendação de um suplemento confiável:

mundosaudavelbr.com/power-blue-funciona-beneficios/

Mas existem outras maneiras ainda mais simples de lidar com esse tipo de situação. Abaixo segue o link de um vídeo que aborda o assunto, e também alguns exemplos são expostos durante o resto da leitura.

  • Ginkgo biloba

Esta é uma possibilidade a muito conhecida, mas que poderia ser mais usada. A ginkho biloba é um forte remédio natural que proporciona uma vasodilatação no organismo, o que ajuda na quantidade de sangue que deve chegar aos genitais no momento da estimulação.

Apesar de ser interessante o uso nas mulheres, a indicação se foca no público masculino.

  • Ginseng siberiano

O panax ginseng talvez seja um dos mais conhecidos, e a espécie siberiana também qualidade que remetem a seu parente mais famoso. Ambos são muito utilizados na medica alternativa, principalmente na criação de fitoterápicos.

Diferentemente da ginkgo biloba, o ginseng siberiano é mais indicado para as mulheres, pois melhora em muito a libido. Mas é um ótimo remédio para fertilidade quando utilizado por ambos os sexos.

  • Tribulus terrestres

O tribulus é excelente no tratamento da disfunção erétil e aumenta os níveis de testosterona, mas também auxilia para aumentar a libido em ambos os sexos e é excelente para auxiliar na fertilidade.

Seu uso em fitoterápicos pode ajudar a sanar os problemas físicos que podem acarretar uma dificuldade em manter uma relação sexual satisfatória com o parceiro. Essa opção pode ser usada com muitos benefícios tanto por homens quanto por mulheres.

  • Maca

A maca é também conhecida como “viagra peruano”, por aí já se pode imaginar os benefícios. Em sua aparência, ela lembra muito o nabo e é dotada de uma grande quantidade de nutrientes.

Ela conhecida por promover orgasmos intensos nas mulheres, enquanto ajuda os homens a ter ereções mais rijas e duradouras.

Como melhorar a concentração com alimentos

Hoje em dia o número de informações que todos recebemos através da Internet e outros meios de comunicação como TV, jornais e outros é tão grande, que um problema comum para um número cada vez maior de pessoas é conseguir manter a concentração nas tarefas diárias como trabalhar ou estudar…

Quanto mais tempo uma atividade leva, mais complicado é manter o foco. Se você tem dificuldades de se manter concentrado, independentemente da idade, saiba que isso tem uma solução que está ao alcance de todos: a alimentação.

Sim, é possível melhorar a memória e a concentração apenas cuidando da alimentação. E acredite, não há segredo algum, basta adicionar um suplemento como o Neurocaps e alguns alimentos na sua dieta diária e logo começará a sentir os benefícios.

Alimentos que melhoram a memória e a concentração

Uma das causas mais comuns dos problemas com a memória, consiste em manter em uma dieta deficiente e pobre. Portanto, é justamente na alimentação que você conseguirá obter alguns nutrientes poderosos para deixar a mente turbinada e potente, livre de amnésia e deterioração da memória. Invista primeiro em alimentos que contenham nutrientes como sais minerais, vitaminas, antioxidantes e Ômega 3. Eles deixarão seu organismo ativo, com disposição e com a memória em pleno funcionamento. Preparamos uma lista de alimentos que ajudam a melhorar a memória e a concentração, veja:

  • Peixes – sardinhas e salmão são incríveis fontes de ômega 3 e de Coenzima Q10. Opte por consumi-los assados, com ervas finas fica uma delícia.
  • Ovos – a gema do ovo é rica em ácido fólico, ferro, zinco, proteína, fósforo, manganês, potássio. A presença especial é a colina, substância que faz parte das Vitaminas do Complexo B.
  • Mirtilo – tem alto potencial antioxidante, retarda e evita o aparecimento de doenças neurodegenerativas. Leia mais sobre o alimento que é conhecido como a fruta da longevidade.
  • Castanhas – as oleaginosas são fontes de vitamina E, além do complexo B. Também são ricas em nutrientes como selênio e vitamina. Ajudam a pegar no sono e a controlar o peso. Leia mais sobre as castanhas e seu poder nutritivo.
  • Chia – também fonte de Ômega 3, é uma semente originária do México. Muito consumida por civilizações antigas, principalmente, por quem precisava de força e resistência física.
  • Chá verde – possui altas concentrações de antioxidantes, considerados mais potentes que os carotenos e as vitaminas C e E, substâncias que atuam contra as rugas precoces. Incorpore mais chá na sua rotina.
  • Suplementos – você também pode investir em suplementos alimentares que possuem todos esses nutrientes. Existem diversos no mercado que são 100% naturais.

No canal do Curso de Memorização Online Completo, existe um vídeo com mais algumas dicas de alimentos que ajudam na memória e concentração:

Causas da queda de cabelo

Mulheres e homens estão suscetíveis a sofrer com a terrível queda de cabelo. Quando isso acontece, o primeiro reflexo é procurar por alternativas caseiras para resolver esse problema.

Se você tem sofrido com isso, antes de procurar qualquer tipo de tratamento, é preciso que entenda mais ou menos como ela é causada. 

Causas

São muitas as causas que podem promover a queda de cabelo e, consequentemente, diversos tipos de tratamento. Nesse artigo abordaremos as principais causas da queda de cabelo feminina:

  • Déficit alimentar – ausência de algumas vitaminas, sais minerais essenciais para nosso organismo podem causar também a queda de cabelo.
  • Ausência de ferro – a ausência de ferro no organismo pode causar a queda de cabelo.
  • Cuidado diário – o modo como lava e penteia os seus cabelos pode estar causando o enfraquecimento e a queda de cabelo.
  • Química e excesso de calor – a química e o excesso de calor podem causar a perda de aminoácidos, lipídios e outros nutrientes, fazendo com que os fios percam a vitalidade.
  • Estresse – o estresse aumenta os níveis de cortisol no sangue. E isso pode originar entre outras coisas a queda de cabelo.
  • Distúrbios hormonais – problemas de produção hormonal são a causa mais comum na queda de cabelo feminina, assim como o hipotireoidismo.

Para que entenda melhor sobre o funcionamento do crescimento capilar e as causas da queda de cabelo, assista ao vídeo do Dr. Lucas Fustinoni.

Tratamentos

Antes tentar alguns dos tratamentos a seguir, é preciso que consulte um médico dermatologista para que ele possa diagnosticar a causa exata do seu problema e a solução ideal.

  • Soluções naturais – existem muitos métodos caseiros, de uso tópico (direto no couro cabeludo) para ativar o crescimento do cabelo, como uso da babosa, alecrim, óleo de coco e óleo de rícino.
  • Massagem capilar – ao lavar o cabelo, você pode massagear o couro cabeludo, lentamente e em movimentos circulares para poder ativar a circulação sanguínea e aumentar o crescimento dos cabelos.
  • Produtos específicos – existem também produtos de uso tópico disponíveis no mercado, específicos para o tratamento da queda de cabelo.
  • Suplementos alimentares – existem diversos suplementos alimentares disponíveis no mercado que repõem as vitaminas e os sais minerais que nosso organismo precisa para acabar com a queda de cabelo. O Hairloss Blocker funciona com muita eficiência, é um ótimo suplemento para isto.
  • Implante capilar – para casos hereditários e mais severos, o tratamento mais indicado é o implante de fios naturais.

As soluções naturais e cuidados diários para que isso não aconteça são importantes e podem ser seguidas sem restrições. Mas é importante que procure seu médico dermatologista, antes de tentar qualquer outra alternativa por conta própria. Tentar resolver esse problema sozinho não é recomendado, e você pode acabar agravando-o.

8 alimentos que você deve deixar bem longe se quiser emagrecer

Quer emagrecer? Então, é preciso saber exatamente o que está comendo e se manter bem distante de alguns alimentos.

Para chegar no verão com o corpo perfeito, veja o que não deve entrar no seu cardápio.

  1. Farinha branca

Ela está presente em muitos alimentos, porém, pode elevar a taxa de açúcar no sangue, levando ao diabetes. O ideal é que seja substituída por outras farinhas, a integral, por exemplo, tem mais fibras e é mais benéfica.

  1. Sal

O organismo precisa de sal para desempenhar as suas funções, porém o consumo costuma ser muito além do necessário. Corte o sal da dieta, até porque ele já está presente em muitos dos alimentos industrializados que você nem imagina.

  1. Embutidos

Presunto, mortadela e até mesmo o peito de peru que muitos acham que é saudável, não fazem bem. Eles possuem uma grande quantidade de conservantes, sódio, corantes e outros produtos químicos.

  1. Frituras

Mesmo em pequena quantidade podem fazer bastante mal. Além de possuírem uma grande e quantidade de gordura, contribuem para o surgimento de doenças, entre elas as cardíacas.

  1. Molho de soja

Muito presente na culinário oriental, esse é um molho que não possui muitas calorias, mas é bastante saboroso. O problema está na quantidade de sódio que ele possui, sendo essa bastante elevada.

  1. Paes integrais

Só porque são ricos em fibras e grãos, as pessoas acham que são super saudáveis. Porém, a quantidade de calorias presente em um pão branco e um integral são as mesmas, por isso, ele precisa ser consumido com moderação. Se você é daquelas pessoas que não consegue ficar sem comer pães, então vale a pena tomar o produto natural Natupro para pelo menos diminuir seu apetite e comer menos.

  1. Frutas

Sim, as frutas devem fazer parte da dieta, porém, algumas precisam ser consumidas com moderação. As que são ricas em açucares como é o caso da manga, devem ser consumidas esporadicamente em pequenas quantidades.

  1. Molhos para salada

A salada é super indicada para as dietas porque possui nutrientes e poucas calorias, mas o molho que a acompanha pode pôr tudo a perder. Prefira não temperar ou utilizar apenas um pouco de limão ou outro ingrediente natural. Molhos industrializados ou a base de maionese, nem pensa em inserir no cardápio.

Perda de peso natural

Coma direito, faça exercícios!  Você acabou de ler tudo o que precisa saber sobre como evitar o excesso de peso. Esse simples conjunto de instruções parece fácil de seguir, mas não para uma grande maioria de pessoas que têm dificuldade de se manterem magras.

Claro, uma vez que estamos acima do peso, geralmente queremos emagrecer por uma série de razões, algumas relacionadas com a saúde, outras diretamente ligadas com a aparência (na maior parte das vezes).  Nunca é tarde demais para emagrecer. Porém é muito mais fácil não engordar do que tentar perder o excesso de peso depois. E se existe uma certeza que todos nós temos é que, uma vez obesos, dificilmente conseguiremos emagrecer.

Os peritos em saúde dizem que a maioria das pessoas que estão em processo de emagrecimento, geralmente desiste. Elas tendem a voltar para seus antigos hábitos alimentares, mesmo depois de aprender a comer com menor quantidade de gorduras e calorias. E também tendem a voltar ao sedentarismo mesmo que apreciem se exercitar.

Mas, apesar de termos facilidade para excedermos nosso peso, é possível ter uma rotina que impeça que isso aconteça. E existem muitas razões para fazer isso, motivos que vão além da aparência e aceitação social.

A maneira de perder peso… Naturalmente!

O mecanismo de comer direito para manter um peso saudável não é complicado. Na verdade, a maioria das pessoas sabe que isso é o melhor a fazer. Assim, perder peso da maneira natural não deveria ser um problema.

Basicamente, uma abordagem razoável para perder peso naturalmente é manter uma dieta rica em carboidratos complexos e fibras, moderada em proteínas e pobre em gordura.

Um carboidrato complexo é a batata cozida, porém o creme de leite e manteiga que geralmente são colocados em cima, é gordura. Fibras são vegetais. O óleo usado para refogá-las é gordura.  Proteína é um corte magro de carne. Gordura é o molho que você não deve derramar sobre ele.

Atualmente, as pessoas estão muito ligadas em alimentos 0% de gordura, mas o que elas não sabem é que todos os outros elementos que existem para “fingir” que tem gordura, costumam fazer mais mal que a gordura em si.

Talvez a população precise prestar mais atenção no que está consumindo antes de eleger um alimento como sendo “natural” e que faz “bem à saúde”.

Esse tipo de coisa, quando falamos em termos de indústria, não existe. Para um alimento ter um prazo de validade extenso (como cereais matinais, margarinas fat free, etc) ele recebe uma série de elementos químicos conservantes, que são extremamente nocivos.

Então, para perder peso efetivamente é preciso moderar o consumo dos elementos nocivos à saúde, e praticar exercícios. Você não precisa ser um atleta de maratona, mas seu coração agradecerá se fizer pelo menos uma caminhada diária de meia hora.

Fique sempre atento(a) às dietas restritivas da moda, e procure incorporar alimentos naturais que à sua alimentação, isso provocará a perda de peso gradual e natural, que todo mundo está querendo.